1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Cinco supostos financiadores de esquema de Fake News e ataques a autoridades, são apontados em inquérito

Por Antônio Filho 28 Maio 2020 Publicado em Brasil
Votao
(0 votos)
Lido 358 vezes
Imagem ilustrativa Imagem ilustrativa Reprodução

Cinco empresários são citados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) como financiadores de um suposto esquema de impulsionamento de Fake News e ataques às instituições.


Ao todo, 17 pessoas são investigadas no inquérito.


Nesta quarta (27/05), o ministro Alexandre de Moraes determinou que a Polícia Federal cumprisse mandados de busca e apreensão contra os alvos, incluindo os cinco supostos financiadores.


Além deles, a lista inclui blogueiros e influenciadores digitais que apoiam o presidente Jair Bolsonaro.


"Toda essa estrutura, aparentemente, está sendo financiada por um grupo de empresários que, conforme os indícios constantes dos autos, atuaria de maneira velada fornecendo recursos (das mais variadas formas), para os integrantes dessa organização", afirma Alexandre de Moraes no inquérito.


O ministro também pediu a quebra dos sigilos fiscal e bancário de quatro dos cinco empresários.


A lista de financiadores, segundo o STF, é formada por:

Edgard Gomes Corona (academias Bio Ritmo e Smart Fit)
Luciano Hang (Rede Havan)
Otávio Oscar Fakhoury (FKO, Epof e MCO 19, três empresas de participações imobiliárias)
Reynaldo Bianchi Junior
Winston Rodrigues Lima

 

Fonte: G1 (com adaptações)

 

00 A Banner WhatsAppecontatos RadioEldorado2