1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Marília Mendonça é acusada de transfobia ao falar de boate goiana

Por Antônio Filho 10 Agosto 2020 Publicado em Música
Votao
(0 votos)
Lido 211 vezes
Marília Mendonça Marília Mendonça Reprodução/ Mais Goias

Na noite do último domingo (09/08) o nome de Marília Mendonça foi parar nos assuntos mais comentados do Twitter.


A rainha da sofrência está sendo criticada na internet, com usuários das redes sociais acusando-a de transfobia.


Isso porque durante uma live, Marília riu ao contar sobre um beijo que aconteceu entre um membro de sua equipe e uma mulher trans, na Disel, boate de Goiânia fechada em novembro de 2017.


“Quem é de Goiânia lembra da boate Disel“, começa a sertaneja, quando é interrompida por risadas de pessoas que estavam no local durante a live. “E aí eu não vou falar quem, nem vou falar o porquê, vou só ficar calada. Mas quem lembra da boate Disel, lembra”, ri a artista junto com os outros no local.


“Disse que lá foi o lugar que ele beijou a mulher mais bonita da vida dele”, continua, sem citar o nome do colega. “É só isso gente, o contexto aí vocês não vão saber né”, conclui rindo.


Em pouco mais de quatro horas de publicação, o vídeo já tinha mais de 31 mil curtidas no Twitter.


A repercussão do caso está fazendo com que Marília Mendonça seja “cancelada” na internet, um sinônimo de boicote que costuma ser aplicado a figuras públicas que tenham feito ou dito alguma coisa considerada ofensiva.

 

Fonte: Mais Goias (com adaptações)

 

00 A Banner WhatsAppecontatos RadioEldorado2