1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Flordelis vira ré, apontada por mandar matar o marido, pastor Anderson; polícia prende cinco filhos e uma neta

Por Antônio Filho 24 Agosto 2020 Publicado em Polícia
Votao
(0 votos)
Lido 401 vezes
Deputada Flor de Lis Deputada Flor de Lis reprodução

A Polícia Civil do Rio de Janeiro e o Ministério Público do Rio de Janeiro, prenderam nesta segunda-feira (24/08) nove pessoas pelo envolvimento na morte do pastor Anderson do Carmo, executado com mais de 30 tiros em 16 de junho de 2019.


Segundo a força-tarefa da Operação Lucas 12, a viúva, a deputada federal Flordelis (PSD-RJ), é a mandante do crime.


Ela não pôde ser presa por causa da imunidade parlamentar, quando somente flagrantes de crimes inafiançáveis são passíveis de prisão.


As prisões foram expedidas pela 3ª Vara Criminal de Niterói, que aceitou a denúncia do MP e tornou Flordelis ré.


Com a Lucas 12, chega a sete o número de filhos presos no caso.


Todos já são réus.


Nesta segunda, foram presos cinco filhos do casal e uma neta (Adriano, André, Carlos, Marzy, e Simone e a neta Rayane).


A Justiça ainda emitiu mandados de prisão contra dois homens que já estavam na cadeia: o filho apontado como autor dos disparos (Flavio) e um ex-PM (Marcos).


Um sétimo filho (Lucas), que já tinha sido preso por conseguir a arma, foi denunciado na Lucas 12.


Segundo a polícia, antes do assassinato a tiros, Flordelis tentou matar o marido pelo menos quatro vezes, uma delas com veneno na comida.


O G1 entrou em contato com a defesa da deputada, que não tinha se manifestado até a última atualização desta reportagem.


Fonte: G1 (com adaptações)

 

00 A Banner WhatsAppecontatos RadioEldorado2