1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Ronaldinho Gaúcho e o irmão, Roberto de Assis, são soltos pela Justiça do Paraguai e podem retornar ao Brasil

Por Antônio Filho 25 Agosto 2020 Publicado em Esportes
Votao
(0 votos)
Lido 154 vezes
Ronaldinho gaúcho e Assis Ronaldinho gaúcho e Assis Reprodução/G1


O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e o irmão, Roberto de Assis, foram libertados da prisão domiciliar no Paraguai, na tarde desta segunda (24/08), segundo o juiz Gustavo Amarilla, em audiência preliminar, no Paraguai.


Os dois estavam detidos preventivamente havia mais de cinco meses após entrarem no país com documentos paraguaios adulterados.


A audiência foi marcada após o Ministério Público do país concluir as investigações sem provas de que eles estariam envolvidos com lavagem de dinheiro e a produção dos documentos falsos.


O pedido da suspensão condicional do processo foi feito ao judiciário no dia 7 de agosto.


Conforme a decisão, Ronaldinho Gaúcho deve pagar mais de R$ 500 mil, e o irmão dele, condenado por uso dos documentos falsos, mais de R$ 600 mil.


Conforme sugerido pela defesa, o valor da multa de R$ 1,1 milhão será descontado dos mais de R$ 8,9 milhões depositados como fiança, em abril, para a concessão da prisão domiciliar.


Segundo o juiz, cerca de R$ 7,8 milhões serão ressarcidos à dupla.


Como a Justiça acatou o pedido do Ministério Público, após o prazo legal, o processo será arquivado.


O juiz informou ainda que o valor da multa será utilizado no combate à Covid-19 no Paraguai.


Fonte: G1 ( com adaptações)

 

00 A Banner WhatsAppecontatos RadioEldorado2