1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe renuncia por problemas de saúde

Por Antônio Filho 28 Agosto 2020 Publicado em Mundo
Votao
(0 votos)
Lido 113 vezes
Primeiro Ministro Shinzo Abe Primeiro Ministro Shinzo Abe Reprodução/poder360

Shinzo Abe, primeiro-ministro Japonês, renunciou ao cargo nesta sexta - feria (28/08n).


Em uma entrevista coletiva, pediu perdão por não concluir o mandato e alegou motivos de saúde para deixar a liderança da 3ª maior economia mundial.


O primeiro ministro não disse quando deixará o governo.

Eleito pelo Partido Liberal Democrático (PLD), o mandato de Abe iria até setembro de 2021.


Shinzo Abe explicou que vinha lutando desde que sua saúde se deteriorou, em meados do mês de julho. “Minhas condições de saúde não são perfeitas. Problemas de saúde podem levar a decisões políticas erradas”. “Como não sou mais capaz de atender às expectativas do povo do Japão, decidi que não deveria mais permanecer na posição de primeiro-ministro. Portanto, decidi renunciar”, falou.


Abe luta contra uma colite ulcerosa crônica (Colite ulcerativa inespecífica é uma das moléstias inflamatórias que acometem o intestino, sem causa identificada).


A emissora pública japonesa NHK disse que ele fez exames médicos no dia 17 de agosto que o quadro piorou.


Nesta sexta (28/08), foi novamente ao hospital e recebeu a notícia de que o tratamento demoraria 1 ano para ser concluído.


A doença já o fez renunciar seu 1º mandato (2006-2007).


Abe está no poder desde 2012, quando teve uma expressiva vitória.


Ele é o chefe de governo japonês que mais tempo ocupou o cargo em termos de dias consecutivos de mandato.


Sua 2ª passagem pelo governo foi marcada por esforços para reanimar a economia do Japão através de um pacote de medidas que foi chamado de Abenomics.


Fonte: Poder360 ( com adaptações)

 

00 A Banner WhatsAppecontatos RadioEldorado2