1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Troca de sinais não avança e PP de Baldy segue fora da base, sem diálogo com governador

Por Lucas Silva 11 Fevereiro 2021 Publicado em Política
Votao
(0 votos)
Lido 156 vezes

Os sinais de que uma reconciliação poderia ocorrer no início deste mês ficaram restritos a emissários e não houve avanço de um centímetro sequer na relação entre o ex-deputado federal e presidente do PP, Alexandre Baldy, e o governador Ronaldo Caiado (DEM).



Articuladores e deputados caiadistas ouvidos nos bastidores pela Coluna admitem que houve tentativas lideradas por membros da direção nacional do PP, principalmente bolsonaristas, e também pelo prefeito de Anápolis, Roberto Naves (PP), mas simplesmente não existe iniciativa para uma conversa por parte do governo, enquanto que Baldy prefere manter a distância depois da crise gerada duas semanas antes da eleição para presidência da Câmara dos Deputados.



A distância mantém o Progressistas, que é o segundo maior partido em número de prefeitos em Goiás, fora da base e com sondagens para se aproximar de partidos da oposição, principalmente MDB e PSDB. Tudo, na prática, avançará quanto mais 2022 se aproximar. 

 

O rompimento entre Caiado e o PP ocorreu quando Alexandre Baldy cobrou, em entrevista ao O Popular, posição pública do governador em apoio ao candidato bolsonarista, Arthur Lira, na eleição à presidência da Câmara Federal. Publicamente, Caiado se manteve neutro até o fim do processo e exonerou o irmão de Alexandre, Adriano Baldy, do cargo de Secretário de Cultura.



Fonte: Sagres Online.