1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

SÓ EM GOIÁS | Deputado propõe projeto para criar o Dia da Música Sertaneja

Por Eduardo Candido 06 Novembro 2013 Publicado em Música
Votao
(0 votos)
Lido 3573 vezes
Karlos Cabral (PT-GO) Karlos Cabral (PT-GO) Assessoria/Karlos Cabral

O deputado estadual Karlos Cabral (PT-GO) apresentou um projeto de lei com o intuito de criar o Dia da Música Sertaneja em Goiás. De acordo com o parlamentar, a data, que faria parte do calendário cívico do estado, seria comemorada no dia 23 de junho, dia em que morreu o cantor Leandro, no ano de 1998. Junto com o irmão Leonardo, o sertanejo formou uma das mais famosas duplas do gênero.


A proposta foi apresentada em plenário no dia 31 de outubro e precisa ser votada pelos deputados em duas sessões, para depois ser encaminha para a sanção do governador Marconi Perillo (PSDB). Segundo Cabral, a intenção é valorizar a cultura de Goiás, que, para ele, está "intimamente ligada à música sertaneja".


"O estado de Goiás é um grande produtor de música sertaneja e reconhecido no Brasil por várias duplas e artistas. Minha equipe e eu verificamos que não tinha uma data oficial que fizesse memória a essa forte tradição. Então, resolvi apresentar o projeto", disse o deputado ao G1.


Cultura goiana
O parlamentar acredita que o projeto não deve encontrar dificuldade para ser aprovado, pois trata de um aspecto cultural e não trará ônus para os cofres públicos.


Nascido em Rio Verde, Cabral diz que, como bom goiano, gosta de ouvir música sertaneja. Fã de Jorge e Mateus e Chrystian e Ralf, ele explica que resolveu homenagear o cantor Leandro, de quem ele também era fã. "A ideia era fazer uma homenagem a um dos cantores goianos que fizeram sucesso. E a dupla que o Leandro fez com o seu irmão Leonardo é um ícone de sucesso nacional e internacional. Ele ajudou a projetar muito a música goiana, e sua morte abalou o país", justifica.


Críticas
Questionado se não tem receio de ser criticado por apresentar a proposta, o deputado diz que não vê problemas na proposta, pois afirma já ter apresentado vários projetos em outras áreas.


"Sou tranquilo em relação a isso. Já propus muitas matérias para todos os cantos da sociedade, como saúde, educação e funcionalismo público. O bonito da democracia é isso, respeitar as opiniões. Temos que olhar para o todo. Um povo sem cultura é um povo sem história", avalia.


Segundo o deputado, se o projeto for aprovado na Assembleia e sancionado pelo governo, caberá ao executivo criar iniciativas como shows, festivais e homenagens para comemorar a data.


O presidente da Assembleia Legislativa, Helder Valin (PSDB), informou por meio de sua assessoria que não comenta projetos apresentados por outros deputados.


Fontes: G1 Goiás