1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE
K2_DISPLAYING_ITEMS_BY_TAG Tecnologia

A presidente da República, Dilma Rousseff, disse nesta quinta-feira, 7, que "faz justiça" ao assinar o decreto de migração das rádios AM para a frequência FM. "Faço justiça a milhares de radialistas e às rádios AM espalhadas pelo país prestando serviços à população. Em muitas pequenas localidades do Brasil essas rádios são os instrumentos de conexão entre as pessoas que integram a nossa população. É importante que o Estado crie condições para que continuem funcionando e se adaptem às novas tecnologias de telecomunicações", afirmou.


De acordo com a presidente, a migração vai melhorar a qualidade da transmissão dessas rádios, que terão menos ruídos e interferências. "As rádios AM vão manter seus ouvintes e até ganhar mais audiência, propiciando maior poder de negociação com anunciantes. Além disso, com novos aplicativos, poderão transmitir para celulares e tablets via internet, chegando também às novas gerações que utilizam esses aparelhos", completou.


O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, avaliou que a melhor qualidade do sinal de transmissão FM gerou ao longo dos anos um menor interesse pela frequência AM, que vem perdendo audiência. "Por exemplo, alguns rádios de veículos nem sintonizam mais a AM", destacou, durante a solenidade de assinatura do decreto de migração das rádios.


Segundo ele, o decreto possibilita a extinção do serviço AM em caráter local, migrando para FM. "O ministério tem se esforçado em políticas que incentivem a modernização do setor de radiodifusão. Os interessados poderão solicitar a mudança a partir de 1º de janeiro de 2014. Quem quiser continuar no AM poderá solicitar ampliação de cobertura para caráter regional e nacional", afirmou.


De acordo com Bernardo, haverá uma fase de transição na qual os radiodifusores poderão transmitir nas duas frequências, até que a população se adapte. "Acreditamos que essa será uma transição rápida. Quero chamar atenção para um ponto da maior relevância: na hipótese de não haver canal de rádio disponível na localidade, serão utilizadas as frequências dos canais 5 e 6 da televisão", acrescentou.


O ministro explicou que futuramente outras medidas terão de ser adotadas para garantirem que os aparelhos de rádio possam sintonizar essas frequências. Já sobre o modelo brasileiro de rádio digital, Bernardo afirmou que novos testes ainda serão realizados pelo ministério em 2014.


Fonte: Estadão Conteúdo

K2_PUBLISHED_IN Tecnologia

Nada de plantar eucalipto para as tradicionais produções de madeira para serrarias, papel e celulose. O novo apelo para o cultivo desta árvore de origem australiana que chegou ao Brasil no início do século passado é a geração de energia, como alternativa renovável ao petróleo e ao carvão mineral.

As experiências nesta área são poucas, mas algumas empresas encontraram na energia fornecida pela queima da madeira plantada uma forma de abastecer o mercado europeu. A meta da Europa até 2020 é ter pelo menos 20% de sua matriz vinda de fontes renováveis.

Fonte: Valor Econômico

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Agricultura

Já tem data marcada a 11ª edição da Tecnoshow COMIGO, uma das maiores feiras de tecnologia rural do Centro-Oeste brasileiro, que se realizará entre os dias 9 e 13 de abril, no Centro Tecnológico COMIGO (CTC) da cidade de Rio Verde (GO).

Promovida desde 2002, a Tecnoshow atrai mais de 70 mil visitantes durante os cinco dias de exposição. Para este ano, a Cooperativa Agroindustrial dos Produtores Rurais do Sudoeste Goiano (COMIGO), realizadora do evento, espera superar os R$ 500 milhões de negócios realizados em 2011.

Além disso, a meta é ultrapassar o número de expositores do ano passado, que chegou a 400 empresas participantes. Somente no período que antecede e durante a feira são criados cerca de 5 mil empregos temporários. Os mais de 1,5 mil quartos, dos 31 hotéis da cidade, são reservados com antecedência e completamente ocupados na semana do evento.

Segundo o presidente da COMIGO, Antonio Chavaglia, a feira é uma oportunidade única para que os produtores locais se atualizem com as mais de 50 palestras que a exposição oferece, além dos estandes que mostram o que há de mais novo em questão de pesquisa, sustentabilidade e novas tecnologias do campo.

“A Cooperativa, ao realizar a feira, cumpre com o papel de prestar serviço de qualidade para os produtores rurais. Estamos preparando tudo com o melhor que podemos oferecer ao nosso público, com a garantia de que este ano vai ser melhor ainda que as edições passadas”, declarou o presidente.

Estrutura

O CTC de Rio Verde abriga uma área de 60 hectares, onde empresas e instituições de diversos segmentos fazem exposição de equipamentos, experimentos, pesquisa, ensino e comércio.

No local, é possível encontrar máquinas, veículos e equipamentos agropecuários, insumos, sementes, defensivos, especialistas, instituições financeiras, de pesquisa e ensino  (Embrapa, Faculdade de Rio Verde, Secretaria de Agricultura do Estado de Goiás), além de animais de diferentes raças e espécies.

Também estão previstas atividades como dinâmicas de máquinas, circuito ambiental (cenários e painéis com o objetivo de impactar e sensibilizar os visitantes sobre os cuidados com o meio ambiente) e entrega do 5º Prêmio de Gestão Ambiental Rural COMIGO, que revela os esforços dos cooperados na realização de ações de conservação dos recursos naturais nas propriedades, em busca de uma atividade agropecuária sustentável.

Serviço:
Tecnoshow COMIGO 2012
Local: CTC de Rio Verde - GO (Anel Viário Paulo Campos, Km 7, Zona Rural)
Período: 9 a 13 de abril (segunda a sexta-feira)
Horário: 8 às 18 horas
Serviço: Geração e difusão de tecnologias agropecuárias, exposição e dinâmicas de máquinas e equipamentos, palestras, exposição de animais e dinâmicas de pecuária.
Entrada: Gratuita
Site: www.tecnoshowcomigo.com.br
Twitter: @tecnoshowcomigo

Fonte: A Redação

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Tecnologia

Após o grave problema da seca na região Sul, causado pelo fenômeno La Niña, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) está acelerando os estudos genéticos para o desenvolvimento de variedades transgênicas de cana, soja e milho resistentes à estiagem prolongada. A estatal quer se concentrar em 2012 nas pesquisas de aumento da produtividade dessas três culturas, que têm baixo rendimento em algumas regiões devido a características climáticas.

Os melhores resultados até agora foram conseguidos com a cana. "Dentre várias amostras testadas, uma delas já mostrou tolerância maior ao clima seco. Não é uma pesquisa de curto prazo, mas estamos fazendo progressos", disse o diretor-presidente da estatal, Pedro Arraes, ao Valor. A preocupação do governo é aumentar a produção para evitar, no futuro, uma redução maior da oferta de etanol no mercado doméstico.

O presidente da estatal também ressalta avanços em outras áreas de pesquisa. Entre elas, a do sistema de integração lavoura-pecuária, que já se encontra em fase final de testes. Ao todo, foram usados 192 campos de observação para medir qual proporção das terras deve ser dividida entre florestas e plantações para mitigar os efeitos do gás metano expelidas pelos rebanhos.

O próximo passo para o projeto será a construção de uma central de consolidação em Campinas (SP) para trabalhar com os dados coletados. Arraes avalia que até o fim do ano a central deverá estar pronta. Após o fim das pesquisas, a Embrapa vai se unir a um consórcio com cinco empresas privadas para treinar esses técnicos nos procedimentos de extensão rural.

Fonte: Valor Econômico

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Tecnologia

Mineiros é um dos municípios onde serão implantados os pólos do programa Bolsa Futuro, do Governo de Goiás. Com isso, o secretário estadual de Ciências e Tecnologia, Mauro Netto Faiad, estará na cidade nesta quarta-feira (18) para lançar oficialmente o projeto.

O Bolsa Futuro é um programa de qualificação técnico-profissional que vai reunir todos os cursos técnicos ofertados pelo Estado. A iniciativa visa qualificar 500 mil goianos nos próximos três anos e meio.

O secretário chegará, por volta das 9h, no Aeroporto Municipal. Em seguida, seguirá para a sede da Escola Profissionalizante Mário Martins de Oliveira – Escola do Lions.

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Mineiros